Qua, 23 de Abril de 2014








Hormônio Cortisol
Pin It
AddThis Social Bookmark Button

O cortisol é um hormônio responsável por controlar inflamações, alergias, os níveis de estresse, diminuir a imunidade e manter a estabilidade emocional. Além disso, ele tem a função de estimular o açúcar do sangue e criar proteínas, tanto no sangue quanto no fígado. Quando o valor de cortisol está elevado ou diminuído podem ocorrer problemas como aumento do peso ou depressão.

Este hormônio também é bastante conhecido entre os praticantes de atividades físicas, pois em uma de suas propriedades, o cortisol tem o efeito oposto aos hormônios anabólicos, construtores de massa muscular (ex. Testosterona, Insulina e Hormônio do Crescimento hGH), pois o cortisol decompõe “quebra” o tecido muscular e com isso faz com que os músculos fiquem menores.

O cortisol liberado quando o corpo se encontra em situações de alto estresse físico/mental e alta temperatura é considerado o principal hormônio catabólico. Então é essencial que o cortisol liberado seja controlado para otimizar o ganho de massa muscular.

Apesar do cortisol ser um problema para quem quer ganhar massa muscular, ele é um importante hormônio, que regula a reação inflamatória no corpo e a quantidade de glicose no sangue em períodos de estresse.


Consequências do Cortisol Alto

Quando a concentração de cortisol no sangue é alta pode ocorrer:

Perda de massa muscular;
Aumento do peso;
Aumento das chances de osteoporose;
Dificuldade na aprendizagem;
Baixo crescimento;
Diminuição da testosterona e lapsos de memória.

Consequências do Cortisol Baixo

Já quando a dosagem do cortisol é baixa na corrente sanguínea o indivíduo pode ter :

Quadros de depressão;
Fadiga;
Cansaço;
Fraqueza e desejo repentino de comer doces.

O diagnóstico do cortisol alterado é feito com base nos valores do cortisol urinário e do cortisol plasmático. Por isso, o exame para avaliar o cortisol pode ser feito pelo sangue em análise aos níveis de colesterol no corpo, assim como também pela urina, para avaliar o cortisol urinário.

Dicas para controlar a liberação de Cortisol no corpo humano

O tratamento para o cortisol é feito com medicamentos, mas o consumo do Inhame é um ótimo remédio caseiro para diminuir o cortisol.

Pratique exercícios: Isso pode parecer estranho, mas exercícios feitos de forma correta apesar de aumentar o estresse, vão neutralizar os efeitos do cortisol a longo prazo. Pois libera endorfina que inibe a atuação do mesmo. Além disso, o treino com pesos aumenta a liberação de hGH que inibe alguns dos efeitos do cortisol.

Suplementação com Glutamina: Em conjunto com o aumento do consumo de vitamina C, a glutamina ajuda a reduzir o catabolismo gerado pelo cortisol. Se há glutamina na corrente sanguínea, o cortisol não precisa “quebrar” o tecido muscular para obtê-la.

Sono: Durante o sono profundo o cortisol está no seu nível mais baixo, então procure dormir bem a cada noite.

Reduza o consumo de cafeína: Devido ao efeito estimulante da cafeína, 2 ou 3 copos de café por dia já são suficientes para aumentar os níveis de cortisol.

Controle o estresse: Já que o cortisol é liberado em resposta a situações estressantes, seja física ou emocional, é muito importante tentar se controlar nessas situações.

Os níveis de cortisol variam durante o dia porque ele está ligado de certa forma à serotonina, que é responsável pela sensação de prazer e de bem estar. Alimentar-se corretamente, fazer exercícios e descanso, essas são as dicas mais importantes para manter controlado os níveis de cortisol no corpo humano.

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 
Doenças de inverno e a Vitamina C
27/04/2011

A mudança de estação caracterizada pela queda de temperatura, frequência de chuvas e dias mais curtos anuncia a chegada de uma temporada pouco confortável para muita gente, é o inverno, que of [ ... ]


Informações sobre Menigite
09/08/2012

Menigite: É a inflamação das meninges, finíssimas membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. Quando desencadeado por bactérias, o problema costuma ser mais grave do que sua versão vi [ ... ]


Outros Artigos